Sábado, 19 de Abril de 2014
fotos2

 2005
 2006
 2007



Clipping
  Clipping - 2005 - Outubro - 11/10/05 -

 


1157306 - Mandado expedido há quase 2 décadas é cumprido
   Emissora: TV Record Regional
   Veiculação: 11/10/2005
   Programa: Jornal do Meio Dia


 Download
Apresentadores: Milena Volcov e José Porto
A Polícia conseguiu cumprir o mandado de prisão expedido há quase duas décadas contra o agente prisional Mário Silvério Farias. Ele chefia a equipe de agentes prisionais da Polinter, anexo do Pascoal Ramos, em Cuiabá. Mário é acusado de tentar assassinar Cirilo da Costa Lopes, em 1988. A Justiça havia decidido que o réu fosse a júri popular, porém a decisão nunca foi cumprida e desde 1997 ele fazia parte do quadro de servidores da Secretraia de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso. Ele foi encaminhado para o presídio de Santo Antônio do Leverger. De acordo com o superintendente do sistema prisional do Estado, Domingos Sávio, somente em 2002 a Secretaria conseguiu obter informações mais precisas a respeito dos servidores e funcionários. E a partir de agora a SEJUSP abrirá sindicância interna para apurar o caso.
1157233 - Foragido chefiava carcereiros em Mato Grosso
   Emissora: Rádio CBN
   Veiculação: 11/10/2005
   Programa: Jornal da CBN
Apresentador: Davi de Paula
Um fugitivo da Justiça há dezessete anos estava refugiado no quadro de servidores da Secretaria de Justiça e Segurança Pública desde 1997 e chefiava equipe de agentes prisionais da Polícia no anexo do Pascoal Ramos.
1157095 - Agente prisional é preso
   Emissora: Rádio Cultura AM
   Veiculação: 11/10/2005
   Programa: Grande Jornal Falado Cultura
Apresentadores: Carlos Alberto e Sebastião Siqueira
O agente prisional e ex-chefe de equipe do Anexo do Pascoal Ramos, Mário Silvério de Faria, foi preso em serviço no Centro de Ressocialização de Cuiabá, o antigo Carumbé. Ele era procurado sob acusação de tentativa de homicídio. Mário que é funcionário da Secretaria de Justiça e Segurança Pública desde 2000, e já trabalhou em diversos presídios do Estado, foi entregue por uma denúncia anônima.

1157339 - Brincadeira vira acidente
   Emissora: TV Record Regional
   Veiculação: 11/10/2005
   Programa: Cadeia Neles


 Download
Apresentadores: Edivaldo Ribeiro e Clóvis Roberto
Garoto usando uma bicicleta, tenta saltar de um monte de terra no acostamento da Avenida Archmedes Pereira Lima, em frente ao bairro Renascer, e caiu feio. A bicicleta quebrou e ele caiu batendo o rosto contra o asfalto. Na avenida esta sendo contruído uma espécie de ciclovia, e aproveitando o monte de terra, Roger acabou utilizando a bicicleta especial para a prática de esporte radical, o que não acabou danto certo. O Corpo de Bombeiros esteve no local prestando os primeiros socorros, aguardando a viura de resgate do Corpo de Bombeiros. O soldado da PM, Borges, comentou sobre o acidente. O soldado do Corpo de Bombeiros salientou que a princípio a vítima estava com dores fortes na cabeça e terá que aguardar a SAMU chegar ao local, para a possível imobilização. Na oportunidade, o apresentador Clóvis Roberto salientou que não sabe quem da prefeitura de Cuiabá está fazendo esse serviço na avenida, um serviço porco que pode provocar acidentes.
(Repórter: Toninho de Souza)


1158203 - Esperança de um pedaço de chão em Colniza
   Emissora: TV Assembléia
   Veiculação: 11/10/2005
   Programa: Assembléia Informa


 Download
Guariba é um Distrito do município de Colniza/MT. A região vive da extração da madeira, e esta paralisada depois da Operação Curupira. Além da dificuldade econômica, quase a metade dos 4.500 habitantes da localidade sofrem com a malária, fora isso, a maioria das famílias enfrentava um sério problema: a falta de documentos em seus lotes urbanos, onde começa surgir uma nova Cidade, no estremo Norte de Mato Grosso. Guariba fica a 120 quilômetros da sede do município de Colniza, as invasões de terras surgem por toda parte e o clima é tenso. O governo do Estado conversa com acampados às margens das estradas que segue para Rondônia, onde há sempre uma esperança de se conseguir um pedaço de chão, onde há tanta florestas e terras ainda inexploradas. Na vila, os moradores receberam com ansiedade o governador Blairo Maggi, secretários de Estado, o Comando da PM e uma comissão de parlamentares da Assembléia Legislativa. Conforme o deputado José Geraldo Riva, essa decisão do governador de levar a equipe com segurança, fazendo um levantamento in loco, vai ser muito importante para a região. Os deputados Eliene Lima, Ságuas Moraes e Mauro Savi, comentaram sobre o assunto. Através do programa Até que Enfim, os moradores de Guariba fizeram um acordo com INTERMAT, e pagam em média de de R$ 200 a R$ 800,00 pelos lotes, e estão recebendo a documentação de suas propriedades. O prefeito de Colniza/MT, Sérgio Bastos e o presidente do INTERMAT, Jair Mariano, comentaram sobre o assunto. As Polícias Civil e Militar, ja reforçaram a segurança na região. A PM apresentou um projeto ao governo e vai instalar 4 bases na fronteira, nos Estados de Rondônia e Amazônia. O coronel Leovaldo Salles, comandante Geral da Polícia Militar, comentou sobre o assunto. O governador promete que a regularização fundiária é apenas o primeiro passo para moralizar essa região de Mato Grosso.
(Repórter: José Porto)
1157603 - Quadrilha é presa
   Emissora: TV Record Regional
   Veiculação: 11/10/2005
   Programa: Cidade Alerta Regional


 Download
Apresentador: Clóvis Roberto
Uma quadrilha que aterrorizava moradores da região da Morada da Serra é presa. Uma máquina de lavar foi recuperada. Patrick e Robson do Nascimento, foram presos em flagrante. O sargento da PM, Davi, falou sobre o caso.
(Repórter: Toninho de Souza)
1157468 - Hércules é julgado de novo
   Emissora: TV Record Regional
   Veiculação: 11/10/2005
   Programa: Cidade Alerta Regional


 Download
Apresentador: Clóvis Roberto
Ex-cabo da PM, Hércules Agostinho Araújo, nega em julgamento ter assassinado Vicente Fernandes Júnior e tentando contra a vida de José Roberto em 1995. O crime aconteceu na Lanchonete Bagunção no bairro Coxipó. O advogado de defesa, Jorge Godoy, destacou os argumentos que irá usar.
(Repórter: Lauristela Guimarães)
1157433 - Julgamento
   Emissora: TV Centro América
   Veiculação: 11/10/2005
   Programa: MTTV 2ª Edição


 Download
Apresentadora: Luzimar Collares
O ex-cabo da PM, Hércules Araújo Agostinho, está sendo julgado neste momento pelo assassinato de Vicente Fernandes Corrêa Júnior. O crime aconteceu em outubro de 95 na região do Coxipó. No ano passado, Hércules foi absolvido pelo tribunal do júri por quatro votos a três. O Ministério Público recorreu da decisão dos jurados para levá-lo novamente aos bancos dos réus. A previsão é que o julgamento termine na noite de hoje.
1157379 - Prefeito assassinado em Porto Estrela
   Emissora: TV Record Regional
   Veiculação: 11/10/2005
   Programa: Cadeia Neles


 Download
Apresentadores: Edivaldo Ribeiro e Clóvis Roberto
Foi assassinado a tiros o prefeito de Porto Estrela, município da Região do Médio Norte do Estado. Flávio Farias tinha 76 anos, foi morto em uma emboscada por volta das 20:30 horas, quando voltava para casa. Ele morava em uma fazenda a 12 quilômetros da Cidade. De acordo com informações, a cidade estava sem energia elétrica na hora do crime. Farias assumiu a Prefeitura, com a cassação do prefeito eleito, Edimilson Ribeiro, acusado de abuso do poder político, abuso de autoridade e compra de voto. Policiais de Cáceres, Tangará da Serra e Barra do Bugres/MT, investigam o crime. Pelo telefone, os apresentadores falaram com o repórter, Josemar de Campos, da TV Indepêndencia de Barra do Bugres/MT, sobre os detalhes do caso. Segundo o repórter, as últimas informações, dão conta que um rapaz foi preso, o nome dele é Adilson Teixeira, de 28 anos, que foi abordado pela Polícia Militar portando 10 gramas de maconha, e por esse porte de drogas ele foi preso, só que há uma evidência que é a respeito do rasto, que estava no local do crime. Até o presente momento, conforme o sargento Araújo, da PM, esta o delegado da Polícia Civil de Barra do Bugres, Antônio Araújo e sua equipe, comandando a investigação.
1157346 - Pedido de ronda da PM
   Emissora: TV Record Regional
   Veiculação: 11/10/2005
   Programa: Cadeia Neles


 Download
Apresentadores: Edivaldo Ribeiro e Clóvis Roberto
O pessoal do Residencial Terra Nova, em Cuiabá, estão todos revoltados pedindo uma ronda da Polícia Militar no período da tarde, porque tem uma moto HONDA titan vermelha que esta roubando os moradores.
1157339 - Brincadeira vira acidente
   Emissora: TV Record Regional
   Veiculação: 11/10/2005
   Programa: Cadeia Neles


 Download
Apresentadores: Edivaldo Ribeiro e Clóvis Roberto
Garoto usando uma bicicleta, tenta saltar de um monte de terra no acostamento da Avenida Archmedes Pereira Lima, em frente ao bairro Renascer, e caiu feio. A bicicleta quebrou e ele caiu batendo o rosto contra o asfalto. Na avenida esta sendo contruído uma espécie de ciclovia, e aproveitando o monte de terra, Roger acabou utilizando a bicicleta especial para a prática de esporte radical, o que não acabou danto certo. O Corpo de Bombeiros esteve no local prestando os primeiros socorros, aguardando a viura de resgate do Corpo de Bombeiros. O soldado da PM, Borges, comentou sobre o acidente. O soldado do Corpo de Bombeiros salientou que a princípio a vítima estava com dores fortes na cabeça e terá que aguardar a SAMU chegar ao local, para a possível imobilização. Na oportunidade, o apresentador Clóvis Roberto salientou que não sabe quem da prefeitura de Cuiabá está fazendo esse serviço na avenida, um serviço porco que pode provocar acidentes.
(Repórter: Toninho de Souza)
1157322 - Polícia prende integrante de quadrilha
   Emissora: TV Record Regional
   Veiculação: 11/10/2005
   Programa: Cadeia Neles


 Download
Apresentadores: Edivaldo Ribeiro e Clóvis Roberto
Quadrilha que aterrorizava moradores da região da Morada da Serra, em Cuiabá, é presa. Uma máquina de lavar foi furtada de uma residência na Região do CPA, no Jardim Brasil, por uma quadrilha especializada. Foram presos o receptador e também quem teria participado do roubo, Patrick, muito conhecido na região, e que seria integrante de uma quadrilha especializada em assaltos a taxistas, arrombamentos de residência, tudo próximo ao Jardim Brasil. O receptador é Robson Paes do Nascimento, que acabou comprando um produto furtado, que pertence a uma Policial Militar. Todo o trabalho de investigação foi feito pelo sargento do 3º Batalhão, David. Segundo ele, apenas um dos integrantes da suposta quadrilha foi recolhido na delegacia, enquanto outros perigosos estão soltos, são eles: Téo, Dumbo, Júnior Pagé e Amilca. Patrick é filho de um policial Civil e não é primeira vez que ele é preso pelo 3º Batalhão.
(Repórter: Toninho de Souza)
1157298 - Dupla de menores acusado de tentativa de homicídios
   Emissora: TV Record Regional
   Veiculação: 11/10/2005
   Programa: Cadeia Neles


 Download
Apresentadores: Edivaldo Ribeiro e Clóvis Roberto
Dupla de menores acusados de tentativa de homicídio na Região do Pedra 90 é presa. Um menor era dono da arma e o outro atirou. As prisões foram feitas por Policiais Militares da Companhia do bairro Pedra 90. Eles tentam desarticular e impedir a formação de gangues naquela Região que congrega pelo menos 10 grandes bairros e também considerados bastante violentos. Os 2 meninos, um de 16 e outro de 17 anos, foram apreendidos sob a acusação de uma participação direta em uma tentativa de homicídio, o crime teria acontecido no último dia 2, em um ponto de encontro, um dos menores disse que imprestou a arma para que o amigo cometesse a tentativa de homicídio, contra um outro garoto de apenas 17 anos, já identificado como Bruno Augusto. O menino levou 2 tiros, esta entre a vida e a morte, internado no Pronto Socorro de Cuiabá. O soldado Rosinaldo da PM, comentou sobre essa ocorrência.
(Repórter: Lauristela Guimarães)
1157233 - Foragido chefiava carcereiros em Mato Grosso
   Emissora: Rádio CBN
   Veiculação: 11/10/2005
   Programa: Jornal da CBN
Apresentador: Davi de Paula
Um fugitivo da Justiça há dezessete anos estava refugiado no quadro de servidores da Secretaria de Justiça e Segurança Pública desde 1997 e chefiava equipe de agentes prisionais da Polícia no anexo do Pascoal Ramos.
1157095 - Agente prisional é preso
   Emissora: Rádio Cultura AM
   Veiculação: 11/10/2005
   Programa: Grande Jornal Falado Cultura
Apresentadores: Carlos Alberto e Sebastião Siqueira
O agente prisional e ex-chefe de equipe do Anexo do Pascoal Ramos, Mário Silvério de Faria, foi preso em serviço no Centro de Ressocialização de Cuiabá, o antigo Carumbé. Ele era procurado sob acusação de tentativa de homicídio. Mário que é funcionário da Secretaria de Justiça e Segurança Pública desde 2000, e já trabalhou em diversos presídios do Estado, foi entregue por uma denúncia anônima.

RESULTADO DA PESQUISA (1)


Jornal A Gazeta

2005-10-11
Agentes prendem quatro foragidos

Agentes da Gerência de Vigilância e Capturas (Gepol) prenderam quatro foragidos da Justiça durante o dia de ontem em Cuiabá. De acordo com o chefe de operações, Benedito Lourenço, nenhum dos quatro procurados teve a chance de escapar. "Toda a ação é muito rápida. Estudamos o local com antecedência justamente para evitar esse tipo de problema", explicou.

A primeira prisão foi realizada na área central de Cuiabá. Aurélio Pantaleão foi detido porque estava com mandado de prisão expedido pela 14ª Vara Criminal por tentativa de assassinato praticada em Cuiabá. Aurélio já foi condenado a cumprir seis anos de prisão em regime fechado pelo crime.

Outra prisão foi a de Edésio Bento da Silva que estava sendo procurado por assassinato qualificado. Ele foi preso na Cohab Nova Esperança, periferia da cidade de Várzea Grande.

No bairro Carumbé, foi preso Nedival Lucena dos Santos, que era foragido há quinze anos da polícia de Paraíba. Ele responde a processo por homicídio qualificado ocorrido na cidade de Brejo da Cruz.

Na região do Grande CPA, Bráulio Ferreira da Silva, foi detido por estar sendo procurado por furto. Os quatro homens serão encaminhados para o Centro de Ressocialização de Cuiabá (antigo Carumbé). A Gepol funciona no bairro Centro América.



Autor: Patrícia Neves

Copyright © 2001 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados
Sugestões de Pauta para o Jornal : redacao@gazetadigital.com.br
Críticas, Dúvidas ou Sugestões para o Site : internet@gazetadigital.com.br

2005-10-11
Foragido chefiava agentes em MT

Um homem foragido da Justiça há 17 anos por cometer crime de tentativa de homicídio estava "refugiado" no quadro de servidores da Secretaria de Segurança Pública desde 1997 e chefiava a equipe de agentes prisionais da Polinter, anexo do Pascoal Ramos. No último final de semana a polícia conseguiu cumprir um mandado de prisão expedido há quase duas décadas pela Justiça mato-grossense contra Mário Silvério de Farias. Ele é acusado de tentar assassinar Cirilo da Costa Lopes em 1988. Um ano depois, a Justiça decidiu que o réu iria à júri popular, mas a determinação nunca foi cumprida. Farias foi preso no sábado (8) no Centro de Ressocialização de Cuiabá, antigo Carumbé, enquanto trabalhava. Ele foi removido para o Presídio de Santo Antônio do Leverger, onde militares e agentes cumprem penas. Farias ingressou como prestador de serviços em 1997 e apresentou uma certidão de antecedentes criminais expedida por um cartório de Rondonópolis.

O documento mostrava que a ficha dele estava "limpa". Três anos depois, Farias depois prestou concurso público para agente prisional e foi aprovado.

Mais uma vez valeu-se de uma certidão expedida no mesmo cartório para atestar que não respondia a qualquer processo. Ao longo dos oito anos que pertenceu à Secretaria de Segurança, o servidor trabalhou nas principais unidades prisionais do Estado, como Carumbé, Pascoal Ramos, penitenciária Agrícola das Palmeiras e Mata Grande, em Rondonópolis. O superintendente do Sistema Prisional, Domingos Sávio Grosso, admite que somente a partir de 2002 a Secretaria conseguiu obter informações mais completas a respeito da vida pregressa tanto de acusados como de servidores. Antes disso, os dados de um município não eram cruzados com os demais. "Vamos tomar providências para ter mais informações sobre os nossos funcionários", afirma Sávio. A Sejusp já determinou a abertura de uma sindicância interna para apurar o caso.



Autor: Daniel Pettengill

Copyright © 2001 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados
Sugestões de Pauta para o Jornal : redacao@gazetadigital.com.br
Críticas, Dúvidas ou Sugestões para o Site : internet@gazetadigital.com.br

 


 

 Jornal Folha do Estado

Dois roubam caixa do BB, mas acabam presos

A Polícia Civil apresentou segunda-feira (10)dois homens flagrados no momento em que saíam de uma faculdade com um caixa eletrônico na carroceria de uma caminhonete. Durante a abordagem, na tarde de domingo (09), os dois tentaram fugir a pé, mas foram perseguidos e presos na avenida Beira-Rio, bairro Grande Terceiro, em Cuiabá. Pela manhã, a Polícia Militar já havia registrado tentativa de roubo por três homens no local. A ação foi frustrada porque um alarme disparou.

O delegado Luciano Inácio da Silva, titular da Gerência de Repressão a Seqüestros e Investigações Especiais (GRSIE) comemorou a prisão de Jaime Jorge Rodrigues, de 33 anos, e Jesus Valdoir da Silva Gonçalves, 34, às 18h, perto da Faculdade Unirondon. “Depois do último roubo de caixa em Cuiabá, nossas equipes começaram a fazer rondas nos locais mais vulneráveis, principalmente nos fins de semana”, revelou.

No fim da tarde de domingo uma equipe da GRSIE passava em frente à Unirondon quando viu os infratores num VW Saveiro prata. Pelo aspecto dos amortecedores traseiros o veículo transportava algo pesado na carroceria. Desconfiados, os policias resolveram fazer a abordagem. Ao perceber a aproximação dos policiais Jaime e Jesus saíram do carro e correram.

Os dois foram perseguidos e presos em seguida. Ao verificar o que havia na carroceria os policiais descobriram o caixa eletrônico de propriedade do Banco do Brasil, que momentos antes havia sido roubado do interior da faculdade.

Investigações

Segundo o delegado Luciano Inácio, apesar dos suspeitos alegarem que essa é a primeira vez que se envolveram em crime, estão sendo levantadas informações sobre possíveis comparsas ou mandantes do roubo. “Ainda é cedo para especulações. Estamos apurando a possibilidade dos suspeitos fazerem parte de uma quadrilha especializada nesse tipo de crime”, afirmou.

Com a prisão dos dois, o policial disse esperar que os roubos de caixas demorem a voltar a acontecer. “Embora a checagem deles ainda não tenha apontado passagens na polícia, não acreditamos que agiram por aventura, como estão dizendo. Alguém está por trás disso”, disse.

Autor: José San Martín
Fonte da Matéria: Especial para a Folha do Estado

 

Funcionário público procurado

O agente prisional Mário Silvério de Farias foi preso na manhã de sábado (8). Ele tinha um mandado de prisão em aberto desde 1999 em decorrência de uma tentativa de homicídio ocorrida em 1988. Farias foi detido em seu local de trabalho, no Centro de Ressocialização, antigo Presídio do Carumbé, em Cuiabá.

A prisão de Farias aconteceu depois de uma denúncia feita à Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) por um informante. Concursado desde 2000, o agente apresentou certidões negativas de pendências jurídicas tanto civis como criminais, tiradas em um cartório de Rondonópolis.

Farias já trabalhava no sistema prisional desde 1997, como contratado. Mas somente após a denúncia anônima é que foi descoberto o antecedente criminal do agente.

Para o superintendente do Sistema Prisional, Domingos Sávio Grosso, a irregularidade no caso de Farias pode ter passado desapercebida pelo fato de que na época em que prestou concurso não era consultado o Infoseg, que é a rede que integra informações de Segurança Pública, Justiça e Fiscalização em todo o país. “Hoje é feita a pesquisa no Infoseg, também em âmbito federal como estadual”, salientou Grosso.

Farias já passou por várias unidades prisionais, como as penitenciárias da Mata Grande e Pascoal Ramos. Antes de ir para o Centro de Ressocialização, o agente foi chefe de equipe no anexo da penitenciária Pascoal Ramos na Gerência de Policiamento (Gepol), antiga Delegacia de Capturas.

Domingos Grosso também explicou que depois que um agente toma posse não é mais feita uma investigação para verificar a situação judicial da pessoa. “Se ele cometer um crime durante o tempo de serviço, aí sim é feito um processo administrativo e criminal”, explicou.

Segundo Grosso, atualmente também se faz um levantamento interno dos aprovados em concursos no Infoseg/WS. “Isso está acontecendo desde 2002, quando aconteceu o último concurso público. Este sistema é estadual e municipal. Além disso, também é feita a investigação social da pessoa”, ressaltou.

Grosso também alegou que na época em que Farias assumiu o cargo, a Sejusp era separada em duas secretarias, a de Justiça, Emprego e Cidadania e a de Segurança Pública, o que pode ter contribuído para que o fato do agente ter antecedentes ter passado em branco. “Não tínhamos informações a esse respeito”, completou.

Farias está preso na Cadeia Pública de Santo Antônio de Leverger. Além do processo criminal que corre na 13ª Vara Criminal de Cuiabá, presidida pelo juiz Lídio Modesto da Silva Filho, Farias também responderá a um processo administrativo.

De acordo com Domingos Grosso, a Superintendência do Sistema Prisional tomará providências a partir de agora para evitar fatos como o do agente prisional. “Esse foi um fato novo. Tomaremos agora todas as providências, como fazer o levantamento de cada um dos agentes prisionais, para evitar novas surpresas”, afirmou.

Autor: Daniele Danchura
Fonte da Matéria: Reportagem Local

 

Polícia registra três crimes contra mulheres em Cuiabá

Três crimes contra mulheres foram registrados entre sábado e madrugada de segunda-feira (10), sendo o estupro de uma deficiente mental e a sedução de quatro meninas levadas para ingerir bebida alcoólica na casa do infrator, que foi preso.

Na terceira ocorrência, policiais militares ainda detiveram um suspeito de levantar a saia de uma garota de apenas 12 anos, além de ameaçá-la caso fosse denunciado.

Por volta das 3h de segunda-feira a equipe do terceiro-sargento Viana checava uma denúncia de sedução de menores quando flagrou os suspeitos Clodoaldo Rodrigues Lins, 33, e Laiane Santana, 18, na rua J, bairro Nova Conquista, região do CPA.

Segundo os PMs, os suspeitos teriam convidado as meninas T.C.A.F.S., 11, L.L.M.A., 14, T.S.O., 13, e S.E.S., 17, para ingerir bebida alcoólica na casa de Lins, que confirmaram ter sido chamadas pelo suspeito, ao que elas aceitaram junto com Laiane.

O terceiro-sargento Viana informou que enquanto conversava com as garotas, a menor T.C.A.F.S., 11, disse à equipe que o suspeito a teria convidado para fazer sexo oral, mas ela não aceitou.

Todos foram conduzidos à delegacia central para as providências legais. O crime devera ser apurado pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher ou pela delegacia do CPA.

Na festa

Por volta das 23h de domingo (09) , durante realização do evento “Viva seu bairro” no Recanto dos Pássaros, a equipe do cabo Edney foi solicitada para verificar uma ocorrência envolvendo a garota L.A., 12, na rua Brasília.

Ao chegar ao local os PMs detiveram o suspeito Ronaldo Xavier de Oliveira, 28, denunciado por levantar a saia de L.A. quando ela passava pela rua. O suspeito, a garota e seus pais foram levados à delegacia para as providências.

Estupro

A mãe da deficiente mental V.F.N, 43, disse à equipe do cabo Joilson que a filha foi estuprada pelo suspeito A.P.T., conhecido como “Dó”, às 23h30 de sábado (8).

A vítima pegava água na linha 1, chácara 45, bairro Barreiro Branco, em Cuiabá, quando o infrator colocou uma faca no pescoço dela e a violentou num matagal. Segunda-feira (10) o suspeito era procurado pela polícia.

Autor: José San Martín
Fonte da Matéria: Especial para a Folha do Estado

Mulheres tentam levar maconha a presidiários

Duas mulheres foram presas em flagrante na Penitenciária Pascoal Ramos com entorpecentes nos órgãos genitais. O crime foi registrado na tarde de domingo (09)durante revista a visitantes. Os policiais do Comando de Policiamento de Guardas (CPGuardas) chegaram às suspeitas devido ao nervosismo que demonstravam.

A primeira a ser detida, por volta das 14h, foi Danielle Silva Arruda Leite, 21 anos, que se comportava de maneira estranha enquanto aguardava a revista. Ao ser abordada ela concordou em retirar da vagina um produto, aparentando ser maconha, envolto num preservativo masculino.

Segundo Danielle, a droga seria entregue para o detento Marco Antônio da Silva, conhecido como “Pequira”. Ela declarou que ia receber R$ 50 pelo “serviço”.

Nervosismo

Em seguida foi a vez de Evanil da Guia Santos, 31, que estava muito nervosa, ser detida. Durante a revista ela retirou da vagina um objeto enrolado com fita isolante. Ao verificar o conteúdo os policiais constataram tratar-se de uma porção de maconha e outra de pasta-base.

Danielle e Evanil foram encaminhadas à Central de Flagrantes da Delegacia Metropolitana onde foram autuadas por tráfico de drogas e em seguida encaminhadas ao presídio feminino.

Túnel

Após a rebelião, na sexta-feira (7), policiais militares encontraram um túnel de exatos 28 metros, que possibilitaria a fuga de pelo menos 170 presos do raio 2 no Pascoal Ramos. A PM acredita que o motim pode ter servido para tentar desviar a atenção de carcereiros e PMs à fuga que estava em curso.

Se tivessem avançado apenas mais dez metros os infratores só teriam de pular mais dois muros, longe da vista de guardas das guaritas, para ganhar a BR-364. Além de lâmpadas, havia 15 ventiladores no buraco.

Autor: José San Martín
Fonte da Matéria: Especial para a Folha do Estado

 


 

 Jornal Diário de Cuiabá

 

INCRÍVEL


Procurado trabalhava na Polícia

Com mandado de prisão em aberto, ele chegou a trabalhar no prédio da delegacia responsável por prender foragidos

Geraldo Tavares/DC
Fachada da Polinter, onde Mário Silvério de Farias chegou a trabalhar como chefe de equipe

ALINE CHAGAS
Da Reportagem

O agente prisional e ex-chefe de equipe do anexo do Pascoal Ramos (antiga Polinter), Mário Silvério de Farias, foi preso em serviço no Centro de Ressocialização de Cuiabá (antigo Carumbé) no último sábado após a descoberta de que ele era procurado sob a acusação de tentativa de homicídio em Mato Grosso. Mário, que é funcionário de carreira na Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso (Sejusp) desde 2000 e já trabalhou em diversos presídios do Estado, foi entregue por uma denúncia anônima na sexta-feira.

Mário está preso na Cadeia Pública de Santo Antônio de Leverger. O crime ocorreu na década de 80 e teve como vítima Cirilo da Costa Lopes. A denúncia foi aceita pela Justiça em 1989, mas o processo só foi redistribuído em fevereiro de 1999. Em março do mesmo ano foi despachada ordem de captura do acusado. Três anos depois, novo despacho do juiz alerta que ainda é aguardada a captura do réu, texto repetido até o último despacho, em 29 de setembro de 2004: “Aguardando cumprimento de Mandado de Prisão”.

Apesar de só ter sido efetivado na Sejusp como agente prisional em 2000, após passar no concurso em Rondonópolis, Mário Silvério trabalhava na secretaria desde 1997 na mesma cidade por meio de “Contrato Temporário de Trabalho”. Para a contratação, foi realizada uma busca por antecedentes criminais no cartório de Rondonópolis. Como resultado, o aviso de que não havia ações criminais contra ele.

Em 2000, Mário se inscreveu no concurso da Sejusp em Rondonópolis e conseguiu ser aprovado. Com em todos os processos de posse de cargos, Mário passou novamente por averiguações de antecedentes criminais, só que dessa vez em duas frentes: Comarca de Rondonópolis e Justiça Federal. Nos dois, obteve o nada consta. Depois, Mário tomou posse como agente prisional e trabalhou em vários presídios do Estado, como Mata Grande, Palmeiras, Carumbé, Pascoal Ramos e mais recentemente no anexo do Pascoal Ramos, instalado nas dependências da Delegacia de Capturas, exatamente aquela responsável por prender procurados da Justiça.

Segundo o superintendente do Sistema Prisional, Domingos Sávio Grosso, somente no último concurso, em 2002, as buscas passaram a ser feitas através do Infoseg, pelo qual é possível localizar ocorrências em todo o território nacional. O superintendente falou que o agente prisional responderá a processo administrativo na Corregedoria.

“Agora vamos fazer um levantamento de todos os funcionários, para verificar antecedentes criminais”, informou o superintendente, que ressaltou a importância das denúncias para auxiliar a Sejusp em casos como esse. “Temos que nos preparar para coibir casos como esse de agora em diante”, disse.

TRÂNSITO


Batalhão de Trânsito apreende 21 veículos durante Operação

Da Reportagem

Em 48 horas, a Operação Capital desencadeada pelo Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) de Cuiabá terminou com um saldo de 21 veículos apreendidos, 58 multas aplicadas e sete carteiras de motoristas recolhidas. Entre sexta-feira de manhã e domingo de manhã, os policiais vistoriaram 480 veículos em várias barreiras móveis montadas na região central.

Para o comandante do BPTran, coronel Luiz Cláudio Monteiro, o resultado foi positivo. Segundo ele, os policiais agiram em regiões onde há um grande número de veículos estacionados, como nas proximidades de boates no centro e bairro Goiabeiras.

“Tínhamos recebido várias reclamações e, então, foi possível desencadear uma operação desse nível. Fizemos mais um trabalho de orientação. Mas em alguns casos, tivemos que fazer apreensão”, explicou. Havia a denúncia de que jovens estariam promovendo rachas em frente de boates, principalmente no final da madrugada, colocando em risco a vida de pessoas que saíam a pé. Durante a operação, nenhum racha foi registrado.

Dos 21 carros apreendidos, a maior parte estava sem documentação completa e equipamentos obrigatórios. Os veículos estão no pátio do Detran. Para retirá-los, os proprietários deverão pagar uma multa e regularizá-lo.

Num dos casos, havia sete garotas num Kadett, o que é proibido. “A lei permite que apenas cinco pessoas viajem no carro. Sete está além do limite. As garotas tiveram que voltar a pé e o automóvel, guinchado ao pátio de Detran.

Em relação às carteiras, havia problema de categoria. Alguns motoristas estavam habilitados para dirigir motocicleta e pilotavam automóvel. Neste caso, deverão ser submetidos a um teste prático e outro teórico. “Voltarão a estudar sobre trânsito”, completou o comandante.

Coronel Monteiro acrescentou que novas operações especiais serão desencadeadas, principalmente nos fins de semana na região central. “A Operação Capital é apenas o início de uma série de blitze a serem realizadas em Cuiabá”.

RONDAS

BPTran também faz o ostensivo

Da Reportagem

O Batalhão de Policiamento de Trânsito não está cuidando somente do trânsito da capital. A partir desse mês, realiza policiamento ostensivo na região do Porto, passando pela rua Comandante Costa, avenida Mato Grosso até a avenida Dom Bosco. O policiamento está sendo feito – a pé e com viaturas - junto com o trabalho de trânsito, mas no horário fora do pico.

Segundo o comandante do BPTran, coronel Luiz Cláudio Monteiro, os policiais coordenam no trânsito até as 8 horas. A partir das 9 até as 11 horas, fazem policiamento na área.

“A praça Santos Dumont é um exemplo. Os policiais ficam por lá. Caso haja alguma emergência, será pedido reforço para o 1o Batalhão”, explicou coronel Monteiro. Ele acrescentou que é uma forma de oferecer mais segurança à população.

No período vespertino, entre 13 e 17 horas, os policiais voltam a fazer o policiamento ostensivo. Para a região, o BPTran desloca diariamente duas viaturas e 40 policiais.

Sistema de Protocolo
SESP - Secretaria de Estado de Segurança Pública

Secretaria de Estado de Segurança Pública
Centro Político Administrativo - Cuiabá - MT, CEP : 78.050-970
Telefone: (65) 3613-5500